sábado, 7 de julho de 2018

"Trump é um porco": insultos contra o presidente dos EUA fazem parte do show de Roger Waters

RT - Postado: Jul 8 2018 01:19 GMT

O concerto do ex-líder do Pink Floyd, cheia de símbolos e slogans anti-Trump teve lugar uma semana antes da visita do líder norte-americano para Londres.
"Trump é um porco": insultos contra o presidente dos EUA  fazem parte do show de Roger Waters
Roger Waters
Mario Anzuoni / Reuters

Na véspera da visita do presidente dos EUA, Donald Trump, ao Reino Unido, os ativistas que criticam as políticas do líder dos EUA estão atacando-o com zombaria, zombaria e insultos .
Assim, no dia 6 de julho, em Hyde Park Londres músico Roger Waters, um dos fundadores e líderes da banda de rock britânica Pink Floyd, ele realizou um ornamentado com uma mensagem de mais de 20 metros de comprimento concerto, laser projetado , que disse: "Trump é um porco".

Além disso, ao lado do palco estava voando um porco vermelho inflado que ostentava outro slogan: "Fique humano ou morra". Adicionando um novo significado a um clássico antigo, Waters completou o concerto apresentando a música do Pink Floyd de 1977, 'Pigs' (Porcos).
Também, a multidão que assistiu ao espetáculo aplaudiu quando projetaram desenhos de Trump representados como um membro de Ku-Klux-Klan , com um capuz branco e uma máscara; segurando uma arma ou vomitandocom a palavra 'charada' (farsa) escrita em seu rosto.
Também durante o roqueiro concerto, 74 anos, várias crianças vestidas com macacões laranja marchou pelo palco como uma possível referência à prisão de Guantánamo, onde cerca de 40 prisioneiros ainda estão cativos sem julgamento por infracções terroristas alegadas.
O show provocou uma forte reação dos comentaristas online, alguns dos quais questionaram a sinceridade de Waters; enquanto outros perguntaram se os acessórios do concerto poderiam ser usados ​​em conjunto com o balão gigante "Trump baby", que os ativistas do movimento Stop Trump  planejam lançar em Londres em 13 de julho, quando o presidente dos EUA chega à capital britânica.
Postar um comentário