sexta-feira, 24 de novembro de 2017

PGR Raquel Dodge pede condenação de Gleisi e perda de mandato

.
André Richter - Repórter da Agência Brasil - 24/11/2017

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu hoje (24) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a condenação da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e de seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato.

O pedido faz parte das alegações finais da ação penal na qual ambos são acusados de receber R$ 1 milhão para a campanha da senadora em 2010. Na manifestação, a última fase do processo antes da sentença, Raquel Dodge pede que Gleisi e Paulo Bernardo sejam condenados ao pagamento de R$ 4 milhões de indenização aos cofres públicos, valor quatro vezes maior que o montante que teria sido desviado da Petrobras.

Saul Leblon: Repto aos ladrões da esperança

O palanque de 2018 não pode mistificar a tarefa de vencer a coalizão do dinheiro com a treva: nada ocorrerá sem uma ampla organização de base da sociedade

Resultado de imagem para povo brasileiro
.

A forma como uma sociedade reage ao assalto aos seus direitos e liberdades; o equilíbrio entre a autocrítica de seus flancos e a consciência da sabotagem ao seu futuro; a capacidade, sobretudo por parte de seus segmentos organizados e progressistas, de hierarquizar essas lições e a partir delas estender as linhas de passagem da prostração à resistência  --e desta à retomada da iniciativa política, configuram o passo decisivo ao repto que pode devolver a um povo a força e a esperança para comandar o seu destino.

O repto aos ladrões da esperança, um ano e meio após o golpe que derrubou a Presidenta Dilma Rousseff e a menos de 12 meses das eleições presidenciais de 2018, configura um desafio em aberto na vida brasileira.

GREVE GERAL: BRASIL VAI PARAR NO DIA 5 DE DEZEMBRO

Imagem relacionada

Escrito por: Marize Muniz, CUT • Publicado em: 24/11/2017 - 14:32

A CUT e demais centrais - Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas – decidiram realizar, no dia 5 de dezembro, uma Greve Nacional em Defesa da Previdência e dos Direitos.
A nova proposta de desmonte da Previdência Social apresentada pelo governo do ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) e que deve ser votada no dia 6 de dezembro, é mais perversa que a anterior. E, ao contrário da propaganda do governo, não corta privilégios, como as altas aposentadorias dos parlamentares, ataca apenas a classe trabalhadora que terá de trabalhar mais, ganhar menos e, se quiser receber o valor integral da aposentadoria, contribuir durante 40 anos, sem ficar nenhum período desempregado.

Fernando Brito: No Huck Day, ‘deu ruim’. Sócio é levado pela Lava Jato para depor

acciolly
.
POR  · 23/11/2017

No dia que o Estadão, com uma pesquisa sem menção a voto, mas numa vaga aprovação-desaprovação, fazia o lançamento do apresentador-candidato , com um “Huck dispara e aprovação chega a 60%” a manhã chegou com dissabores para o global.
É que um dos conduzidos pela Polícia Federal na investigação da “turma do guardanapo” de Sérgio Cabral é o empresário Alexandre Acciolly, amigão e sócio do apresentador em pelo menos um negócio: a  franquia de academias Fórmula, ligada à empresa Body Tech.

No regabofe de Temer sobrou comida: adeus reforma. Por Tereza Cruvinel

Marcos Corrêa/PR
.

Desde sempre, o afluxo aos banquetes foi medida de prestígio dos governantes. Sobrou comida no jantar que Temer ofereceu ontem a deputados, tentando juntar os cacos de seu governo para aprovar uma reforma da Previdência mitigada, nem por isso menos danosa aos trabalhadores. Mais de 300 deputados foram convidados, só uns 150 apareceram no Alvorada. Ademais, ao entregar a pasta de Cidades ao Centrão, Temer está pagando dívidas da rejeição da segunda denúncia como se fossem agrados novos aos aliados, que de bobos não têm nada. Claro está que ele não terá votos para aprovar esta reforma em dezembro. Nesta área, o jogo acabou. 

Destruir o planeta para criar milionários. Por Pedro Miguel Cardoso

O mundo está cada vez mais rico. Mas quais são os custos humanos e ecológicos desse aumento da riqueza global? Será que a esmagadora maioria da população global está a ser beneficiada por esse aumento?

Imagem relacionada
.
por Pedro Miguel Cardoso - esquerda.net - 23/11/2017

Foram recentemente publicados e noticiados dois trabalhos que são reveladores do rumo socioeconómico global. Um foi a oitava edição do “Global Wealth Report(link is external)” do “Credit Suisse Research Institute” sobre a distribuição da riqueza mundial e outro foi um artigo na revista “BioScience(link is external)”, subscrito por cerca de 15 mil cientistas de 184 países, sobre a evolução das condições ecológicas do planeta. As informações apresentadas nestas pesquisas reflectem o modelo de “desenvolvimento” que tem sido seguido a nível global.

Pesquisadores da UFBA são ameaçados por movimentos conservadores

OBSCURANTISMO
Na mesma ordem de movimentos de direita que tentaram impedir e agredir a filósofa norte-americana no Brasil Judith Butler, extremistas ameaçam de morte pesquisadores da Universidade Federal da Bahia

por Redação RBA publicado 23/11/2017
REPRODUÇÃO/FACEBOOK/EVANDRO VEIGA/ARQUIVO CORREIO
ufba.jpg
Reitoria da UFBA se manifestou em defesa da liberdade dos acadêmicos e contra investidas obscurantistas
Professores e pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) têm relatado ameaças sofridas por meio de redes sociais. O teor das agressões inclui intenções de morte e teria relação com o conteúdo das pesquisas desenvolvidas pelos acadêmicos. Eles atuam no Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (Neim), um centro de referência em ciências humanas da faculdade nordestina.
Os ataques ocorrem paralelamente ao que o reitor da UFBA e presidente do Conselho Universitário, João Carlos Salles Pires da Silva, chama de “iniciativas obscurantistas”. Neste sentido, uma aluna do mestrado da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas tentou ser impedida de apresentar sua tese por grupos conservadores, já que seu tema de pesquisa incluía questões de gênero.

Encontro Putin/Assad: Começo do Fim da Dominação Norte-Americana no Oriente Médio

23/11/2017, Tom Luongo, Zero Hedge

Traduzido Pelo Coletivo Vila Vudu

Não sou homem terrivelmente religioso. Mas gostaria de acreditar que haja um canto especial no Inferno reservado para os que fomentaram a Guerra na Síria.

Desde o início da guerra síria, na Líbia, com as armas encaminhadas através da embaixada dos EUA em Benghazi, até o encontro de ontem, entre o presidente da Rússia Vladimir Putin e o presidente da Síria Bashar al-Assad, todo esse affair será lembrado como um dos períodos mais cínicos, violentos e abusivos da história da humanidade.

O poder (moral) que salvou o século

A chamada 'Guerra Civil' síria [nunca foi guerra civil: sempre foi guerra lá implantada] foi promovida para ser a culminância dos sucessos das políticas de EUA/Israel/Sauditas no Oriente Médio, a apoteose do neoconservadorismo.

Se aquela política tivesse sido bem-sucedida teria transformado o mundo num inferno ardente governado por gente como Hillary Clinton, George Soros, Angela Merkel e o cartel da banqueiragem EUA/Grã-Bretanha.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Com rede de corrupção, ativista opositor residente em Miami financiava grupos violentos da direita venezuelana

País: Venezuela / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: AVN
O ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez, denunciou nesta quarta-feira (22) que um ativista da oposição venezuelana, identificado como Juan Carlos Gudiño Espinel, era o responsável por receber e distribuir os recursos provenientes dos contratos irregulares da filial da Petróleos de Venezuela (Pdvsa) Citgo Petroleum Corporation, para financiar grupos violentos da direita.
Gudiño reside em Weston, Miami, nos Estados Unidos, e financiava os grupos de sedição, ativados pela direita entre abril e julho deste ano.

Caso Adriana Anselmo: o desembargador que se lixa para crianças, por Luis Nassif

.
por Luis Nassif - no GGN - 23/11/2017

Não vou tentar analisar o papel de Adriana Anselmo no esquema de seu marido Sérgio Cabral. Não era apenas a esposa, mas articuladora da influência do marido nos tribunais superiores, inclusive junto ao  Supremo Tribunal Federal, sendo a principal madrinha da candidatura Luiz Fux.
Deve haver muitos motivos fundamentados para mandá-la de volta ao presídio.
Mas o argumento invocado pelo relator do caso, Marcelo Granado, para rebater a situação levantada, do bem-estar do filho pequeno, merecia ir para o compêndio do uso recorrente do punitivismo sádico nas sentenças judiciais brasileiras.

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Soberania Nacional | São Paulo (SP)

Fundação Perseu Abramo - 23/11/2017


Eugênio Aragão denuncia distorção em acordos de delação premiada

Publicado em 22 de nov de 2017


O professor e advogado Aury Celso Lima Lopes fala sobre ilegalidades da delação premiada.

Publicado em 22 de nov de 2017
O professor e advogado Aury Celso Lima Lopes dá seu depoimento na audiência pública realizada na Câmara de Deputados, no dia 21/11/2017, sobre os abusos e distorções e ilegalidades explícitas que se praticam no Brasil, no âmbito de ações com base na lei de delação premiada.