sábado, 21 de julho de 2018

Keiser Report en Español: Las razones de la guerra comercial


Publicado em 21 de jul de 2018


Dossier con Walter Martínez: entrevista a Khalil Bitar Embajador Siria en Venezuela


Publicado em 21 de jul de 2018


Rio tem 18 tiroteios por dia e aumento do número durante Intervenção Federal

General Walter Souza Braga Netto, responsável pelo Comando Militar do Leste e indicado como interventor responsável pelas forças de segurança e o sistema prisional do Rio de Janeiro /
.
Sputnik - Brasil - 20/07/2018

Um relatório de atividades do aplicativo Fogo Cruzado, que registra incidência de tiroteios na região do Rio de Janeiro, apontou que a capital fluminense tem 18 tiroteios por dia. A Sputnik Brasil conversou com a criadora do projeto, a jornalista Cecília Oliveira, que comenta o aumento no número de tiroteios durante a Intervenção Federal no Rio.
O relatório do aplicativo registra um período de 2 anos, entre os dias 5 de julho de 2016 e 5 de julho de 2018. No total, foram registrados 13.287 tiroteios na região. O número é considerado alto e retrata uma situação que se tornou corriqueira no cotidiano local.

Israel declarou-se estado de apartheid

19/7/2018, Moon of Alabama


Traduzido pelo Coletivo Vila Vudu

Postado por 

Hoje, Israel declarou-se estado de apartheid:

"O Knesset [parlamento israelense] aprovou nessa 5ª-feira uma lei muito controversa que define Israel oficialmente como pátria nacional do povo judeu e afirma que "a realização do direito de autodeterminação em Israel é exclusivo para o povo judeu", com 62 deputados votando a favor da nova lei, e 55 contra.

...
A lei do estado-nação também inclui cláusulas pelas quais uma "Jerusalém unida" é a capital de Israel; e o hebraico é idioma oficial do país. Outra cláusula diz que "o estado vê o desenvolvimento de assentamentos [são colônias (NTs)] como valor nacional e agirá para encorajar e promover o estabelecimento e a consolidação [de mais colônias]."






Nassif: Roberto Civita, a derrota póstuma de um chefão da mídia

.
por Luis Nassif - no GGN - 20/07/2018 - 22:20

Iniciei minha carreira jornalística na Veja em 1970. Era dirigida por Mino Carta, tendo abaixo de si dois grandes secretários de redação: Luiz Garcia, um mestre na arte do jornalismo, Sérgio Pompeu, um mestre na psicologia das redações. Foram substituídos por outros jornalistas, igualmente talentosos, mas de estilo mais truculento, Luiz Roberto Guzzo, que assumiu o posto ainda na era Mino, e Elio Gaspari, que foi convocado na era Guzzo, depois de ter saído da Vejapara assumir uma coluna no Jornal do Brasil.
Depois de três anos de experiências, até atingir o azul, Veja tinha todos os ingredientes de um ambiente inovador campeão.

Alckmin é o candidato de Temer, diz Gleisi, que reafirma Lula

ELEIÇÕES 2018
Para senador Lindbergh, que também participou de plenária da CUT, o "centrão" deveria se chamar "direitão". Movimentos preparam marcha para registro da candidatura do ex-presidente em 15 de agosto

por Vitor Nuzzi, da RBA publicado 20/07/2018

JORDANA MERCADO/CUT SÃO PAULO
encontro interestadual cut
"Alckmin é o candidato do Temer, da Globo, do pacto das velhas elites brasileiras", disse a senadora
 A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), não demonstrou preocupação com o apoio do chamado "centrão", bloco partidário conservador, ao tucano Geraldo Alckmin para a disputa da Presidência da República. "Acho que ainda é pouco o horário que ele vai ter na TV, pouco para justificar o golpe", afirmou Gleisi durante plenária da CUT com sindicalistas de São Paulo e do Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira (20), na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Ela ratificou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
"Alckmin é o candidato do Temer, da Globo, do pacto das velhas elites brasileiras", acrescentou a senadora, para quem os adversário têm "medo" de Lula. A presidenta petista reafirmou que ele "estará no processo eleitoral e será candidato a presidente da República". Pesquisa qualitativa divulgada hoje, durante reunião do partido, mostrou que "as pessoas não querem outro candidato para votar".

sexta-feira, 20 de julho de 2018

GREG NEWS com Gregório Duvivier | CENTRO


Publicado em 20 de jul de 2018


Filme: Cadaveri eccellenti Francesco Rosi, 1975 subtitulado en español


MST protesta em frente ao STF contra privilégios do Judiciário

Ação foi feita pelo Grupo de Agitação e Propaganda do movimento e também denunciou prisão política de Lula


Militantes vestiram roupas de praia em alusão aos 195 dias de folga a que os magistérios têm direito - Créditos: Divulgação
Militantes vestiram roupas de praia em alusão aos 195 dias de folga a que os magistérios têm direito / Divulgação
Militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realizaram, nesta sexta-feira (20), uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, para denunciar os privilégios do Poder Judiciário no país.
A ação foi feita pelo Grupo de Agitação e Propaganda do MST, que também atuou no terminal rodoviário da capital federal. Os militantes se reuniram na frente da Corte com cartazes e fizeram uma intervenção teatral, vestidos de roupa de praia, em alusão ao período de dois meses que os juízes têm de férias todos os anos. 

Triângulo amoroso: petróleo venezuelano é pago com arroz brasileiro bancado pela China

Plantação de arroz no Rio Grande do Sul
.
Sputnik Brasil - 20/07/2018

Em meio às sanções impostas pelos Estados Unidos, o país de Nicolás Maduro tem que encontrar meios de garantir a venda de seus produtos bem como a importação de itens essenciais para o povo venezuelano.
Um desses artifícios usados pelo governo venezuelano envolve diretamente o Brasil. Para garantir a venda do petróleo, principal produto exportado pelo país, A Venezuela usa o arroz brasileiro como moeda de troca com a China.
O esquema entre China, Brasil e Venezuela funciona da seguinte maneira. O país de Nicolás Maduro vende petróleo para a China, que por sua vez paga para o Brasil, mais precisamente aos produtores de arroz brasileiros, que importam o alimento para a Venezuela. Ou seja, o petróleo venezuelano é vendido para China e a Venezuela recebe como pagamento o arroz brasileiro.

Lançado os cinco eixos temáticos do Plano Lula de Governo 2018

lula.com.br - 20/07/2018

Foto: Paulo Pinto
A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores aprovou por unanimidade, nesta sexta-feira (20), os cinco eixos temáticos e as ideias-força do “PlanoLula de Governo 2018 – Brasil Feliz de Novo”, na sede do partido em São Paulo.
Foram apresentadas cinco diretrizes que vão nortear a estruturação do programa de governo que será registrado no dia 15 de agosto em Brasília junto com a candidatura de Lula. "Dia 29 nós fechamos o texto e se tiver alguma pendência volta na convenção do partido", informa Fernando Haddad, coordenador do programa de governo.

Lula: "Só tem um jeito de me tirarem do jogo, é me vencer nas ruas"

Publicado em 20 de jul de 2018


quinta-feira, 19 de julho de 2018

Nassif: É hora de se discutir a USP

.
por Luis Nassif - no GGN - 19/07/2018 - 23:23

Na coluna de ontem, mencionei a necessidade da USP (Universidade de São Paulo) ser regida por um Conselho Administrativo. Leitores supuseram que eu me referia ao Conselho Superior, que existe. Seria algo acima do Conselho Superior, formado por membros da sociedade civil, produtiva, órgãos de fomento, indústria, governo que pudessem definir claramente a missão da universidade.
O mesmo problema do excesso de concentração de encargos burocrático acomete as universidades federais, tornando quase impossível a função do reitor. Este tem que ser um super-homem, entender de área administrativa, acadêmica, prestar contas para o governo, enfrentar a lei de responsabilidade fiscal. Não foi treinado para isso, porque escolhido exclusivamente entre professores.