segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Tijolaço: “Caveira!” Bolsonaro diz que Bope estará no Planalto

POR  · 15/10/2018


.
Os homens do “mimimi” percam as esperanças. O colunista da Folha que diz que “a  Constituição deterá Bolsonaro” bote as barbas de molho.
O ex-capitão está mostrando, com a marquetagem da barbárie, a que veio e ao que virá.
Seu primeiro ato público, desde que saiu do hospital, definido por ele próprio como um “gesto de agradecimento” foi ao Batalhão de Operações Especiais, o Bope do Rio de Janeiro, que tem uma faca cravada numa caveira humana e que ´ficou famoso com o filme “Tropa de Elite”, onde marchava sob uma música que virou seu hino extraoficial:
Homens de Preto qual é sua missão??
Entrar na favela e deixar corpos no chão
Homens de Preto o que é que você faz?
Eu faço as coisas que assustam o Satanás!!

O bolsonarismo e a guerra da Globo com a Record. Por Jeferson Miola

guerra globo-record
.
No último debate do primeiro turno, em 4 de outubro, Bolsonaro reafirmou seu profundo desprezo pela democracia e pelas regras do jogo eleitoral.
Escudado num atestado médico, fugiu do debate na Globo com todos os candidatos mas, curiosamente, encontrou condições físicas e de saúde para participar de uma longa e amistosa entrevista na TV Record do “fundamentalista charlatão” Edir Macedo, como Haddad definiu o dono da Igreja Universal do Reino de Deus.
Em decisão que significou o funeral da justiça eleitoral, o tse cassou medida liminar que pedia a suspensão da entrevista. O tribunal, assim, foi cúmplice do abuso de poder religioso, foi cúmplice da conversão de uma concessão pública [rádio e televisão] em órgão de propaganda partidária, e foi leniente com a destinação desigual – e ilegal – de espaço na televisão para o candidato Bolsonaro em detrimento de todos demais candidatos.

Impacto dos 73 links de fake news contra Manu derrubados pelo TSE chega a 12,5 milhões

.
15/10/2018

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que mais 40 links com mentiras e fake news fossem tirados do ar imediatamente por difamarem a candidata à vice-presidência Manuela D’Ávila. A decisão foi proferida neste domingo (14/10).
Esses 40 links representam 145.912 compartilhamentos e 7.282.426 visualizações. Somando esses números ao alcance daqueles 33 URLs retirados do ar no dia 8 de outubro, chegamos à marca alarmante de 292.392 publicações, as quais geraram cerca de 12,5 milhões de visualizações. A população inteira de Portugal é de 10,3 milhões de habitantes.
A notícia falsa vinculava a imagem de Manuela a condutas que ofendiam o público cristão, além de atribuir mentirosamente à candidata a entrega de materiais pornográficos a crianças.

ANTIFAKE NEWS: Danilo Gentili MENTE sobre religiosidade de Manuela

.

Não é a primeira — e provavelmente não será a última — vez que o "humorista" espalha notícias falsas


15/10/2018

Um dos maiores defensores de nosso oponente, Jair Bolsonaro, é o humorista sem graça Danilo Gentili.
O apresentador que espalha piadas preconceituosas e notícias falsas Brasil afora, comentou recentemente sobre a religiosidade de nossa vice, Manuela D’Ávila.
Ele postou em seu Twitter o seguinte:

"Acordem, a democracia está em risco!", diz Haddad à imprensa

 
Jornal GGN - "Quando é que a imprensa vai acordar? Vocês não defendem a liberdade? Será que vocês defendem a liberdade?", questionou o candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT), durante coletiva de imprensa, sobre as mentiras e Fake News divulgadas por seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), e seus eleitores. 
 
"Aonde é que esta loucura vai parar? Hoje, uma igreja católica amanheceu pixada com uma suástica. Eu fui perseguido por um carro de um bolsonarista, chamando a igreja católica de igreja gay e igreja comunista. Todo mundo viu, foi na frente de trezentas mil pessoas. Acordem, acordem, esse é o apelo que eu faço. A democracia está em risco!", lamentou.

Conheça os planos de Bolsonaro para destruir a Educação no Brasil

.

Entre suas propostas, tem até classes especiais para negros e pobres


15/10/2018

As propostas de Bolsonaro para a Educação vão de classes especiais para negros e pobres a menos recurso para o ensino superior.
Seu plano de governo, suas declarações e as de seus assessores mostram um projeto de Educação para poucos, que volta ao passado e impõe a ideologia de um grupo – no caso, os militares.
Confira como deve ser a Educação para Bolsonaro. E tente não chorar…

Assassino de Daniella Perez defende Jair Bolsonaro nas redes sociais

Guilherme de Pádua fez um vídeo em que diz que “radicais” estão colocado ideias erradas sobre o presidenciável na cabeça dos eleitores

.
Por Revista Forum - 15/10/2018

O ex-ator Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniella Perez, fez um vídeo defendendo o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). A declaração foi publicada nas redes do próprio apoiador do militar. Na gravação, Pádua afirma que “radicais” estão colocando “loucuras” na cabeça dos eleitores.
Segundo ele, essas eleições estão sendo decididas por pessoas moderadas e que querem um Brasil melhor. “Eu vi pessoas acreditando que o Bolsonaro vai perseguir os negros e os gays. É impressionante como os radicais conseguem colocar loucuras na cabeça das pessoas”, afirmou ele, ignorando as declarações homofóbicas e racistas do ex-capitão da Reserva. O candidato do PSL já disse que ter filho gay é “falta de porrada” e que seus filhos não namorariam uma mulher negra porque “foram bem educados”.

El País Espanha: “Haddad pede aos democratas que não sejam neutros com Bolsonaro”

.
15/10/2018

A edição impressa do jornal espanhol El Pais desta segunda-feira (15/10)trouxe na capa uma entrevista longa com o candidato à presidência da república, Fernando Haddad.Com a manchete “Haddad pede aos democratas que não sejam neutros com Bolsonaro” em destaque,  o jornal também trouxe editorial contra Jair Bolsonaro e a ameaça à democracia que ele representa.
Confira a íntegra da reportagem abaixo, em português.

Haddad ataca Bolsonaro: 'eu sou professor, não capitão expulso do Exército'

Jair Bolsonaro (dir.) e Fernando Haddad (esq.) durante votação no primeiro turno
.
Sputnik Brasil - 15/10/2018

O candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, criticou o seu adversário no segundo turno das eleições, Jair Bolsonaro (PSL), pelas suas declarações de incitação à violência.
Em entrevista à rádio Bandeirantes nesta segunda-feira (15), Fernando Haddad disse ser um professor, e não "capitão expulso do Exército". 
“Você nunca vai ouvir da minha boca uma uma expressão como ‘é era de metralhar os bolsonaristas’ como ele [Jair Bolsonaro] falou no Acre. Eu sou professor, não capitão expulso do Exército”, afirmou o presidenciável. 

Haddad convida Mario Sérgio Cortella para Ministério da Educação

.

Tuíte do candidato gerou alegria geral


O ‘Ministério dos Sonhos’ – que muita gente imagina que será o de Fernando Haddad – está se desenhando. Nesta segunda (15), o candidato tuitou algo que agradou muuuuita gente:

A afirmação também foi feita em entrevista à rádio Bandeirantes, na manhã desta segunda-feira, 15 de outubro.
Cortella é um dos principais – e mais queridos – filósofos contemporâneos do Brasil. É autor de dezenas de obras nas áreas da Educação e Filosofia, além de ter ocupado o posto de secretário municipal da Educação na prefeitura de São Paulo, entre 1991 e 92.

Oscar Peterson - C Jam Blues



Previsto para 17/10, próximo Datafolha terá perguntas sobre debates, Ditadura e apoio a governo autoritário

.
por Cíntia Alves - no GGN - 14/10/2018

Com Jair Bolsonaro liderando a corrida presidencial, a próxima pesquisa Datafolha trará mais do que intenção de votos e rejeição no cenário de segundo turno. O instituto também terá dados sobre a importância dos debates presidenciais para os eleitores, a percepção sobre a Ditadura Militar que começou com o golpe de 1964 e o nível de apoio popular a um eventual governo autoritário. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral em 11/10 e tem a divulgação prevista para o dia 17/10.

Charge do Latuff

  - Créditos: Carlos Latuff
.

domingo, 14 de outubro de 2018

Chamorro: Bolsonaro busca convertir a Brasil en un “reino de terror”


Publicado em 14 de out de 2018



Caetano: Todo cidadão deve agir para que Bolsonaro não se eleja



.
De Caetano Veloso, na Folha, sobre as postagens do “guru”de Bolsonaro, o charlatão Olavo de Carvalho, que acenam até com a eliminação física da esquerda no caso de uma eventual chegada de Jair Bolsonaro ao poder.

Olavo faz incitação à violência; convoco
meus concidadãos a repudiá-lo

Olavo de Carvalho sugere em texto que, caso Bolsonaro se eleja, imediatamente à sua posse seus opositores sejam não apenas derrotados mas totalmente destruídos enquanto grupos, organizações e até indivíduos.
Ele diz que os que consideram Bolsonaro uma ameaça à democracia não estão lutando para vencer uma eleição e sim “pela sobrevivência política, social e até física”. Isso é anúncio de autoritarismo matador.

Conheça Carlos Alberto Brilhante Ustra, o coronel homenageado por Jair Bolsonaro



Haddad exige direito de resposta contra Bolsonaro por fake news de “Kit gay”

.
Neste domingo (14/10), a defesa da coligação “O povo feliz de novo” entrou com representação eleitoral com pedido de resposta junto ao TSE contra Jair, Flávio e Carlos Bolsonaro devido às fake news que o candidato, sua família e sua rede de apoiadores vêm espalhando com relação a suposto “kit gay” – que não existe nem nunca existiu. 
No dia 28 de agosto de 2018, o candidato Jair Bolsonaro utilizou-se de entrevista feita ao Jornal Nacional para mentir em rede nacional ao tentar mostrar o livro “Aparelho Sexual e Cia”, sobre sexualidade, difundindo a falsa ideia de que o mesmo teria sido em escolas públicas e que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. É mentira: o livro não faz nem nunca fez parte de qualquer kit escolar. Bolsonaro vem proferindo esta grave mentira há anos – um vídeo do deputado divulgando o boato foi postado em suas redes em janeiro de 2016.

Conselho Federal de Psicologia repudia ataque de Bolsonaro, patrono da ”cura gay” : ”Afronta a nossa resolução e a própria OMS”

Conselho Federal de Psicologia repudia ataque de Bolsonaro, patrono da ”cura gay” : ”Afronta a nossa resolução e a própria OMS”
Bolsonaro Foto Fernando Frazão/Agencia Brasil
Por VIOMUNDO - 14/10/2018

Nota do CFP


Diante dos recentes ataques, o CFP repudia a disseminação de inverdades que apenas colaboram para enfraquecer a nossa democracia

Diante dos recentes ataques dirigidos ao Conselho Federal de Psicologia, autarquia prevista em lei para regulamentar, orientar e fiscalizar o exercício profissional, o CFP vem a público manifestar seu repúdio à disseminação de inverdades que apenas colaboram para enfraquecer a nossa democracia.
Circulam pelas redes sociais mensagens afirmando que o Conselho Federal de Psicologia e os Conselhos Regionais de Psicologia estão cadastrando profissionais de Psicologia que votam em determinado candidato à Presidência nestas eleições de 2018, e que quem não realizar o cadastramento perderá o direito de exercer a profissão.

Tijolaço: A semana dos mimimis; há duas ainda para serem democratas

POR  · 14/10/2018


,
A esta hora, uma semana atrás, todos assistiam surpresos a onda direitista que levou Jair Bolsonaro  às soleiras da vitória eleitoral.
É tempo suficiente para que qualquer um se recobre do que se passou e venha formar na trincheira de um democracia em perigo, indubitavelmente em perigo para qualquer um que veja o óbvio  conteúdo autoritário de quem tem uma trajetória como a dele, salpicada a não mais poder de espasmos ditatoriais, liderando um ajuntamento mambembe de filhos, aderentes, policiais, picaretas e – mais grave –  de ex-oficiais que se adonaram politicamente das Forças Armadas.
Não se pode, já se disse aqui uma vez, acusar Jair Bolsonaro, mesmo com suas recentes juras democratas, de não ter avisado que será um governante tão autoritário e truculento quanto lhe seja possível.

WikiLeaks: Equador restaura parcialmente as comunicações de Julian Assange

Por RT - Postado: 14 de out de 2018 22:57 GMT

O governo do Equador decidiu restaurar parcialmente o acesso à Internet ao fundador do WikiLeaks, conforme confirmado pelo portal de vazamentos e pelo consultor jurídico de Assange separadamente.

O Equador restaurou  parcialmente o acesso à Internet  do fundador do WikiLeaks, Julian Assange , como confirmado pelo portal de vazamentos no domingo. Verificou-se que a medida foi aplicada depois que o presidente equatoriano, Lenin Moreno , realizou reuniões com dois altos representantes das Nações Unidas.
"É positivo que, através da intervenção da ONU, o Equador tenha parcialmente terminado o isolamento [de Assange], embora seja uma questão de séria preocupação que a sua  liberdade de expressar  suas opiniões aindaseja  limitada " , disse Kristinn Hrafnsson, editor da chefe do WikiLeaks , citado pela  ITV . "A ONU já declarou Assange como vítima de detenção arbitrária, e esta situação inaceitável  deve terminar ", acrescentou.