Postagens

Nassif: Diálogos mostram que Teori era o último empecilho à Lava Jato

Imagem
Os diálogos revelados pela parceria Folha-Intercept na edição de hoje do jornal, mostrando as articulações Sergio Moro-Deltan Dallagnol, confirmam algumas suspeitas da época

Por Luis Nassif - no GGN - 23/06/2019

Os diálogos revelados pela parceria Folha-Intercept na edição de hoje do jornal, mostrando as articulações Sergio Moro-Deltan Dallagnol para contornar os incômodos com o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmam algumas suspeitas da época: 1. O diálogo é a consagração do finado Ministro Teori Zavascki. De fato, ele seria um freio para o atrevimento da Lava Jato. Tinha firmeza, isenção, respeitabilidade e autoridade, mesmo não levando adiante a punição a Moro no episódio do vazamento das conversas de Lula e Dilma. 2. Sua substituição por Luiz Edson Fachin era tudo o que faltava para a consumação da grande operação jurídico-política. Essa constatação certamente ressuscitará outras “teorias conspiratórias”. Como a história da influência da CIA, FBI e DoJ na operação que destruiu a eco…

TIB: A JUSTIÇA QUE BURLA A CONSTITUIÇÃO JOGA A DEMOCRACIA NA COVA

Imagem
Por João Filho - no The Intercept Brasil - 23 de Junho de 2019

HÁ TRÊS ANOS, o premiado jornalista investigativo Lúcio de Castro descobriu que Paulo Henrique Cardoso, filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, atuava no ramo do petróleo — um fato até então desconhecido pela opinião pública. PHC era sócio de uma empresa de comércio de produtos petroquímicos. Essa empresa mantinha negócios com empresas investigadas pela Lava Jato, como a Odebrecht e a Braskem, e possuía uma offshore em paraíso fiscal. Lúcio de Castro descobriu também que o filho de FHC era sócio, em outros negócios, de um argentino, braço direito do presidente Mauricio Macri, que se suicidou após se ver envolvido em escândalos de corrupção na Argentina. À época, o jornalista mostrou que a Polícia Federal havia descoberto e-mail do Instituto FHC recebendo doação da Braskem. Os negócios nebulosos da família de FHC não eram meras suposições. Lúcio de Castro tinha tudo documentado. A reportagem foi oferecida para todo…

Comitês Lula Livre divulgam conversas de Moro e Dallagnol à população

Imagem
Cerca de 500 mil jornais com mensagens reveladas serão distribuídos na próxima segunda (24)Redação Brasil de Fato - 23/06/2019
Os comitês Lula Livre organizados em todo o Brasil devem distribuir na próxima segunda-feira (24) uma publicação que traz parte das mensagens entre o ex-magistrado Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol reveladas pelo site The Intercept Brasil. A data é a véspera do julgamento marcado de um habeas corpus da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). A ação pede que a atuação de Moro, atual ministro da Justiça, à frente do processo do chamado caso do triplex do Guarujá seja declarada nula por suspeição do paranaense, ou seja, por parcialidade.  De acordo com o Comitê Nacional o objetivo da atividade é estabelecer um “amplo diálogo com a sociedade sobre os reais motivos desta prisão” do petista. Cerca de meio milhão de jornais devem ser distribuídos gratuitamente para a população.  “As denú…

THE INTERCEPT BRASIL: NOSSA PARCERIA JORNALÍSTICA COM A FOLHA NO ARQUIVO DA VAZA JATO

Imagem
Por Leandro Demori, Glenn Greenwald - no The Intercept Brasil - 23/06/2019, 2h21

DESDE ANTES de começar a publicar a série sobre o arquivo secreto em relação ao então juiz Sergio Moro e a Lava Jato, o Intercept já sabia que precisaria contar com parceiros para reportar a enorme quantidade de complexas histórias de interesse público encontradas nos materiais. Hoje, anunciamos nossa primeira parceria institucional: a Folha de S.Paulo começa a publicar, neste domingo, uma série de reportagens que tem como origem as mensagens trocadas pelos procuradores da força-tarefa e o ministro Moro, enviadas ao Intercept Brasil por uma fonte anônima. Durante os últimos dias, os repórteres da Folha tiveram acesso ao acervo da Vaza Jato e trabalharam lado a lado com nossos repórteres e editores, pesquisando as mensagens e analisando seu conteúdo. Ao examinar o material – que é o mesmo que baseou as reportagens publicadas pelo Intercept até agora – a reportagem da Folha, como eles anunciaram hoje no seu …

Bolsonaro diz que dificilmente Brasil terá concursos público nos próximos anos

Imagem
Por Sputnik Brasil - 23/06/2019
O presidente Jair Bolsonaro declarou neste sábado (22) que dificilmente haverá concursos públicos no Brasil nos "próximos poucos anos" e defendeu a reforma da Previdência como uma forma de melhorar a economia. De acordo com ele, o ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu restringir a realização de novos concursos com o objetivo de conter gastos. "Em todas as minhas andanças pelo mundo, parece que a palavra mágica passou a ser reforma da Previdência. Muita gente quer investir aqui. E gente de dentro do Brasil. Estão esperando isso que virou algo mágico. Se a Previdência sair, voltamos a ter confiança e os investimentos virão", afirmou. E atrás disso vem emprego. Pessoal cobra de mim. Emprego não sou eu. Eu emprego quando crio cargo de comissão ou quando faço concurso", acrescentou o presidente. Bolsonaro destacou que a decisão de restringir os concursos públicos foi de Paulo Guedes, mas que foi aberta uma exceção para a Polícia Fed…

Nassif: Como tentarão tirar a Lava Jato da pauta

Imagem
TV GGN Publicado em 22 de jun de 2019

STF: Um cabo e uma soldada

Imagem

Jessé Souza: Moro é o mafioso-chefe de uma quadrilha dentro do Estado

Imagem
Jessé Souza Publicado em 22 de jun de 2019




Gravações de 2016 já mostravam procuradores da Lava Jato induzindo depoimento contra Lula

Imagem
Promotores visitaram prestador de serviços em Atibaia o intimidando a depor contra Lula e dono do sítio que é atribuído ao ex-presidente

Por Redação Revista Forum - 22/06/2019


Gravações feitas em 2016 revelam que os procuradores da Lava Jato já agiam há tempos de modo irregular na busca de condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na busca de evidências que pudessem comprovar que Lula era dono de fato do sítio em Atibaia atribuído a ela pela operação, Athayde Ribeiro Costa, Roberson Henrique Pozzobon, Januário Paludo e Júlio Noronha tentaram intimidar um prestador de serviços na cidade localizada a 70 km de São Paulo.

“Então seu Edivaldo, quero deixar o senhor bem tranquilo, mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente para depor daqui a alguns dias, e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas…”, ameaça um dos procuradores a Edivaldo Pereira Vieira, segundo reportagem publicada na época por Marcos de Vasconcellos para o site Consultor Jurídico. A gravação, f…