sábado, 5 de agosto de 2017

A sangria estancou?

POR  · 05/08/2017
pracdesemp
.
No Estadão de hoje,  Ricardo Galhardo mostra um resultado da Lava Jato bem diferente do que, em outros jornais, se podia ver hoje de manhã.
É a mansão de Sérgio Machado, figura de alto coturno do PSDB e, depois, do PMDB, autor das gravações que escandalizaram o Brasil dois anos atrás e, agora, consideradas de pouco valor como prova pela Polícia Federal, onde o virtual Ministro da Fazenda de Temer, Romero Jucá, dizia que o impeachment era necessário para “estancar esta sangria”.
Meio quarteirão no bairro luxuoso de Dunas, em Fortaleza, cercado de seguranças, – “com piscina, quadra, extensos jardins no alto de uma colina com vista para o mar azul da Praia do Futuro” – num dolce far niente semelhante ao de outros ex-diretores da Petrobras que confessaram o desvio de milhões e, curiosamente, continuam a ter milhões e milhões.

Postar um comentário