domingo, 25 de junho de 2017

ROGÉRIO CORREIA: SE O STF NÃO SOLICITAR PRISÃO DE AÉCIO POR OBSTRUÇÃO À JUSTIÇA, OS QUE O DENUNCIAM CORREM RISCO DE VIDA

.

Nessa sexta-feira (23/06), o senador afastado Aécio Neves (PSDB-PMG) ganhou atestado de inocência do  presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB-PI).

Dizendo que “o que fizeram com ele [Aécio] foi uma grande injustiça”, João Alberto mandou arquivar o pedido de abertura de inquérito  feito pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE) e os deputados Ivan Valente (PSOL) e Alessandro Molon (REDE), que pedem a cassação do Mineirinho por quebra do decoro parlamentar devido ao caso JBS.
Em nota e vídeo postados no Facebook, o líder do  PT  no Senado, Lindbergh Farias, declarou que vai recorrer da decisão do Conselho de Ética em relação ao arquivamento do pedido de cassação de Aécio Neves.
Lindbergh afirma que a assessoria jurídica já está trabalhando para que o PT dê uma resposta firme a este fato.
“Ainda bem que PT e outros partidos irão recorrer no Conselho de Ética do Senado, conforme anunciou Lindbergh”, diz, indignado, o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) ao Viomundo.
Desde 2003, Rogério Correia denuncia os malfeitos de Aécio e sua turma, até há pouco solenemente ignorados pelo Judiciário como um todo, incluindo o Ministério Público Estadual e Federal.
Contando com a cumplicidade geral, Aécio continua a operar de forma truculenta, como é bem do seu estilo.
“Aécio articula conchavos para salvar a si e ao Temer, chantageia parlamentares para não ser cassado, ameaça adversários em telefonemas, manda recados ameaçadores via imprensa, se reúne com aliados para traçar estratégias , comemora soltura da irmã e primo que estavam prestes a fazer delação e debocha da sociedade”, revela Rogério Correia. 
“Agora, se o STF não solicitar a prisão de Aécio por obstrução à justiça, todos nós que o denunciam estaremos correndo risco de vida”, previne.
Postar um comentário