sábado, 24 de junho de 2017

Moro condenará ex-presidente Lula a até 22 anos de prisão, diz revista

Presidente teria cometido corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Juiz Sérgio Moro deve proferir sentença nos próximos dias
Valter Campanato/Agência Brasil
PODER360 24.jun.2017

De acordo com a revista IstoÉ, o juiz Sérgio Moro, que comanda a Lava Jato na 1ª instância, deve condenar nos próximos dias o ex-presidente Lula (PT) à prisão no caso do tríplex do Guarujá. Segundo o veículo, serão imputados ao petista os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Segundo integrantes da Lava Jato consultados pela revista, o petista pegará até 22 anos de cadeia –10 anos por lavagem de dinheiro e 12 por corrupção passiva.

Na ação, o ex-presidente é acusado de ter recebido propina da empreiteira OAS. A transação teria ocorrido por meio de 1 apartamento tríplex no litoral paulista. Lula teria recebido R$ 3,7 milhões em propina da empreiteira, por meio do imóvel e de armazenamento de bens. Leia a íntegra da denúncia e assista ao interrogatório de Lula ao juiz.

O QUE DIZEM OS ACUSADOS

Além do ex-presidente Lula, há outros 6 réus na ação penal sobre o tríplex do Guarujá. O prazo para todos apresentarem suas alegações finais terminou em 20 de junho. O Poder360 compilou as manifestações de cada 1, na íntegra. Clique nos nomes para ler:

IMPACTO EM 2018

Se Lula for condenado por Sérgio Moro, poderá recorrer à 2ª Instância (TRF4ª Região). Caso o Tribunal decida manter a condenação, o ex-presidente ficará inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa. Mas com chances de concorrer às eleições de 2018. Precisará de uma decisão liminar (provisória) contra o acórdão do TRF4 até que os possíveis recursos às instâncias superiores (STJ e STF) sejam julgados.
Postar um comentário