sexta-feira, 30 de junho de 2017

Boulos: Congresso vira as costas para a sociedade e planta desobediência civil

GREVE POR DIREITOS
Líder da Frente Povo sem Medo afirma que governo insiste em contrariar o pensamento da maioria da população: "Você para, os caras continuam; vai chegar um ponto em que o povo perderá a paciência"
por Redação RBA, com Coletivo #GrevePorDireitos publicado 30/06/2017 
COLETIVO GREVE POR DIREITOS
MTST no aeroporto de Congonhas
MTST ocupou Aeroporto de Congonhas na manhã desta sexta (30). Para Boulos (abaixo), governo e Congresso levarão país ao caos

boulos.jpgSão Paulo – O coordenador da Frente Povo sem Medo, Guilherme Boulos, afirmou que deputados e senadores que apoiam cegamente as reformas de Michel Temer estão criando “um abismo” em relação aos brasileiros. “Nós temos um Congresso Nacional que legisla de costas para a sociedade brasileira, 70% da população rejeita a reforma trabalhista e eles estão levando adiante; 89% da população quer diretas, e eles estão barrando. Estão criando um perigoso abismo do Congresso e do governo para o resto da sociedade brasileira”, disse Boulos à Rádio Brasil Atual.

Você para, os caras continuam; faz luta, os caras continuam; para o Brasil, os caras continuam; vai chegando um ponto em que o povo perde a paciência e só resta a desobediência civil. É isso que essa turma está plantando no Brasil”, disse Boulos, também coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), um dos integrantes da frente e que participa de atividades de paralisação em todo o país.
No Rio de Janeiro, integrantes do movimento travaram a Ponte Rio-Niteroi. Em São Paulo, promoveram marcha até o aeroporto de Guarulhos e ocupação no aeroporto de Congonhas.
Postar um comentário