quarta-feira, 20 de setembro de 2017

'Parece um cachorro latindo', diz ministro da Coreia do Norte sobre ameaças de Trump

Chanceler norte-coreano Ri Yong-ho
.
Sputnik News Brasil - 20/09/2017

O ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, afirmou nesta quarta-feira que as recentes ameaças feitas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, soam como "latidos de cachorro".
Ri desembarcou em Nova York no início do dia, onde irá participar da Assembleia Geral da ONU, que acontece na cidade estadunidense, e falou com jornalistas em frente ao seu hotel, de acordo com a agência sul-coreana Yonhap.
"Se ele [Trump] pensou que poderia nos amedrontar com o som de um cachorro latindo, é mesmo o sonho de um cachorro", afirmou o ministro norte-coreano, em referência ao discurso do presidente dos EUA um dia antes na ONU, no qual ele prometeu a "destruição completa" da Coreia do Norte se necessário.

Na cultura coreana, um "sonho de cachorro" significa algo que é absurdo e que faz pouco sentido. No país também se aceita a máxima conhecida também no Brasil, de que "os cães ladram, mas a caravana não para".
Sobre o apelido de "Homem Foguete", dado por Trump ao líder norte-coreano Kim Jong-un, Ri minimizou. "Lamento pelos assessores dele".
Ri deve discursar na Assembleia Geral da ONU nesta sexta-feira. Desde 2014 o governo norte-coreano envia o seu chanceler ao evento, e os discursos costumam bater na mesma tecla: as ameaças de Washington contra o país e a necessidade da manutenção do seu desenvolvimento nuclear.
Ainda em Nova York, o ministro norte-coreano deve se reunir com o secretário-geral da entidade, Antonio Guterres, no sábado. O programa nuclear e balístico do país deve ser o tema central do encontro.
De acordo com a Yonhap, Ri deve retornar para Pyongyang no início da próxima semana. Assim, se mantém a expectativa da imprensa e de analistas a respeito da possibilidade do ministro norte-coreano se reunir com algum representantes dos EUA.
Postar um comentário