quarta-feira, 9 de maio de 2018

Tijolaço: Janaína Paschoal + Joyce Hasselman é a chapa de Bolsonaro em SP?

POR  · 08/05/2018

janjoyce
.
Quando você pensa que já viu de tudo, vem a Folha e anuncia que a chapa de apoio a Jair Bolsonaro em São Paulo pode ser formada pela performática doutora Janaína Paschoal e pela ex-Veja Joyce Hasselman que, segundo seu ex-colega Reinaldo Azevedo é pessoa de “uma ignorância assombrosa”.
E, como se não bastasse, o general Hamilton Mourão, que passou à reserva depois de ter pregado a volta de uma ditadura militar, filiou-se ao PRTB do folclórico Levy Fidélix, condenado pelo uso indevido da expressão “aparelho excretor” num debate presidencial de 2014. A ideia é dar palanque a Bolsonaro no Distrito Federal.

Vamos construindo um cenário de candidaturas que parecem, com o perdão da rima, caricaturas.
Este é o resultado da destruição dos partidos políticos, tanto pelo golpismo quando pela judicialização da política que transformou a histeria moralista em elemento central da vida pública.
Talvez nenhuma vez tenhamos tido, nos processos eleitorais, um espetáculo tão dantesco de estupidez.
Lembremos de como, há apenas 35 anos, tinhamos os governos dos principais estados brasileiros e as cadeiras do Senado disputados por pessoas como Leonel Brizola, Franco Montoro, Tancredo Neves, Pedro Simon e Alceu Collares, Severo Gomes, Itamar Franco e outros…
Não se culpem as gerações. Culpe-se, sim, o processo – em geral conduzido pela mídia, mas também fruto das distorções do poder econômico sobre as disputas eleitorais – de destruição da política como debate e dos partidos como instrumentos de agregação.
O Brasil é pasto farto, hoje, para aventureiros da pior espécie.
Postar um comentário