segunda-feira, 1 de maio de 2017

Evo Morales anuncia aumento salarial e reafirma luta anti-imperialista

ABI
Em ato do 1º de Maio, o presidente destacou a importância dos trabalhadores para "recuperar a pátria"Em ato do 1º de Maio, o presidente destacou a importância dos trabalhadores para "recuperar a pátria"

“O sistema imperialista nunca vai aceitar uma concorrência, se alguém se levanta há que se impor, que submeter o outro, graças à luta do povo boliviano temos um Estado que não é submisso ao império, temos dignidade”, disse.

Evo destacou a importância da luta do povo boliviano para bloquear as políticas neoliberais e recuperar os recursos naturais do país. Segundo ele, foram os trabalhadores que “recuperaram a pátria”. 



Aos empresários, esclareceu que a nacionalização de grandes empresas não se trata apenas de passar o controle para o Estado, mas principalmente de buscar um grau de igualdade entre as classes e garantir mais direitos aos trabalhadores.

Aumento salarial

Na ocasião, Evo assinou dois decretos que estabelecem um aumento salarial para este ano de 10,8% ao mínimo nacional e 7% ao básico. O incremento vai beneficiar também os funcionários públicos.

Evo afirmou que, desde 2006, o salário mínimo aumentou de 440 a 2.000 bolivianos, enquanto que
na década anterior (1995 a 2005) passou de 221 para 440. 


Do Portal Vermelho, com Telesur
Postar um comentário