terça-feira, 21 de março de 2017

Por que Síria? Por que Brasil? Muito melhor os EUA invadirem o Canadá

21/3/2017, Zero Hedge, de globalintelhub

Postado por 

Com o falecimento de David Rockefeller, das políticas pró-EUA de Trump [e da democracia no Brasil], estamos assistindo a vários interesses que se vão alinhando e apontam de volta para trás, para EUA isolacionistas pré-Era Industrial, como eram as coisas no século 20 remoto, exatamente o contrário de nação líder da Nova Ordem Mundial, e sempre tentando intrometer-se em caríssimas guerras sempre longe de casa. Iraque, Ucrânia, Síria, Afeganistão [Brasil, sim, sim, claro!] – nada além de re-colonialismo, um re-colonialismo pós-industrial – como explicamos em nosso livro Splitting Pennies (Tostões Partidos). "Leia, para aprender mais do que no [curso] MBAde Harvard!"].



Chamar de volta nossos soldados que estão ainda no Oriente Médio, fechar a maioria das bases militares que temos pelo mundo, como as que lá estão, na Alemanha e em centenas de outros lugares, não é viável, porque nossos soldados ficarão por aí, sem emprego e sem tem o que fazer –, e distribuí-los pelas esquinas para combater 'o tráfico' e 'as gangues' também não é prático (sobretudo dado o alto número de membros das mesmas gangues que já se alistaram no Exército dos EUA e militam 'no tráfico'). Logicamente, há solução muito melhor – 'em termos práticos' significa "a melhor cama que nossa grana pode comprar": INVADAM O CANADÁ. A ideia não é nossa. Está tudo explicado, e não é de hoje, no sitehttp://invadecanada.us/

Vocês sabem que, não fosse por Benedict Arnold (ééééé, depois virou traidor) ter perdido uma batalha crucial na Guerra Revolucionária, o Canadá seria provavelmente parte dos EUA (embora, como no caso de New Jersey, não por escolha nossa)?

Razões para invadir o Canadá, não a Síria [ou o Brasil]:



  • É mais conveniente. O Canadá é um dos dois países contra os quais os EUA podem encenar uma invasão com tanques de verdade, como Hitler fez a "Blitzkrieg". Os EUA fariam bling-bling com uns tostões e passariam por cima daquela inexistente fronteira lá [no quesito distância, o Brasil perde para o Canadá].

  • Saque de guerra. Há de tudo, no Canadá: ouro, petróleo, árvores, minérios, carvão, tudo! É estender o braço e passar a mão [no quesito saque de guerra, o Brasil tem mais a oferecer que o Canadá. Prova está em que os EUA já invadiram o Brasil, mas o Canadá ainda sobrevive].

  • O Canadá é feito para ser parte dos EUA. Quem são os canadenses? Idiotas que não criam coragem para abandonar o doce ninho do Império Britânico [no caso do Brasil, os idiotas não criam coragem para abandonar o doce ninho... da CIA, de Curitiba (?!). De... Cu-ri-ti-ba?!]. 
  • Canadenses já falam inglês (embora mal) [como os brasileiros (embora pior ainda)]. 
  • Provavelmente não haveria resistência.
  • Sistema monetário comum – o 'Real' (?!) brasileiro, como o Mergulhão [ing. Loonie] canadense pode ser facilmente absorvido no dólar norte-americano. Todo o Canadá pode ser um distrito do Fed [como o Brasil, com a vantagem, pró Brasil, que já temos o Meirelles do Banco de Boston de lá, no ministério da fazenda daqui; e o Goldfayn do Banco Itaí, no Banco Central daqui]. 


Apesar de os EUA já terem invadido centenas de países quase sempre ilegalmente – só há UM PAÍS no MUNDO, além da Inglaterra, que algum dia INVADIU FRONTEIRAS DOS EUA – e chama-se CANADÁ. Na verdade, por pouco o Canadá não pôs abaixo a casa branca. Está Tudo Contado Aqui.



Está pensando que seria loucura? Repense:












Na prática, enquanto procuramos cavernas para instalar terroristas, é provável que já haja mais terroristas no Canadá (no Brasil, então, nem se fala! Vejam o Congresso! Vejam o STF! Vejam o STE! Vejam o Cerra! Vejam o Aécim! E a 'mídia', então?! Tudo terrorista!) do que alguém se dá o trabalho de admitir. Com aquelas políticas de amor livre a favor de imigrados, qualquer um que entre nos EUA, corre para o Canadá. Só não vê quem não quer. 


É mais que hora de nossos planejadores militares porem mãos à obra. Canadá, te cuida! Tua hora vem aí! (O Brasil já tá no papo.) Esperemos que seja a última invasão. O México pode muito bem ficar onde está: atrás do muro de Trump.

CANADÁ: O VERDADEIRO 52º ESTADO (o 51º, já é o Brasil)



Postar um comentário