segunda-feira, 20 de março de 2017

Para demonstrar apoio à carne nacional, Temer vai a churrascaria que só serve corte australiano e uruguaio

O presidente Michel Temer entre os embaixadores da China (à esq.) e Angola (à dir.)

Postado em 19 de março de 2017
DCM


Se Michel Temer não existisse, seria necessário inventá-lo.
Para demonstrar apoio à indústria da carne brasileira, ele foi a uma churrascaria com ministros e embaixadores.
Segundo a Coluna do Estadão, Temer escolheu a Steak Bull — que não trabalha com carne nacional, apenas com corte europeu, australiano e uruguaio.

“Pode vir tranquilo que a gente mostra a câmara fria e o açougue”, disse o funcionário da Steak Bull ao repórter.
Como não ter indigestão com Michelito?
Postar um comentário